• Arq. Marlene Reis

O desafio de um bom layout


Você tem uma situação de desafio pela frente. Comprou ou alugou um imóvel e agora precisa deixá-lo agradável e funcional. Porque a vida já é dura o suficiente e afinal todos querem um pouco de conforto e alívio para os olhos.

Para decorar sua casa ou escritório basta ter bom-gosto e gostar de decoração? Esse post é para você, que ainda não teve a oportunidade de contratar arquiteto na vida. Ou mesmo já tem uma ideia porque é bem informado, ou um parente ou amigo próximo já contratou.

Muita gente consome matérias sobre decoração, curte pesquisar sobre o assunto. Com tanto material na internet é relativamente fácil achar boas referências do mercado nacional e internacional. Imagens bem feitas e soluções criativas servem de inspiração para as primeiras ideias.

Imagem> Projeto da Tema

Mas em um mar de ideias é necessário fazer escolhas. Pensar primeiro no macro. Ambientes grandes ou pequenos precisam de um olhar específico de planejamento. O ponto de partida é o layout, que define localização e proporção do mobiliário, além dos espaços de circulação.

É a base crítica inicial em 2D sobre a qual pensamos tantas outras coisas, como gesso, iluminação e acabamentos.

O lay-out, ou planta geral mobiliada, deve refletir os primeiros anseios de ocupação.

No caso de uma loja, por exemplo, o layout é essencial para guiar e influenciar consumidores, pois a maneira que os produtos são expostos nas lojas e a escala dos expositores pode influenciar a decisão da compra, aumentar as vendas e melhorar o posicionamento dos produtos.

Nos ambientes corporativos e escritórios as escolhas de layout refletem na produtividade dos funcionários, pois impactam no conforto e normas de segurança do trabalho. Sabemos que toda empresa tem suas características e identidade, mas todas começam com esse mesmo tema de distribuição e circulação. Nos escritórios o tamanho dos postos de trabalho e seu distanciamento, o número de pessoas e até a definição de departamentos e setores, bem como postos de trabalho reserva pensando nos futuros funcionários são premissas importantes.

Imagem> Pinterest

A enxurrada de apartamentos compactos lançados no mercado residencial nos faz caprichar ainda mais nesse assunto, já que cada centímetro deve ser muito bem aproveitado. Por mínimo que seja, muitos desses apartamentos tem como diferencial a varanda gourmet, que se tornou um clássico dos apês lançados de alguns anos pra cá. Nós arquitetos, quando fazemos um projeto, pensamos o mais cedo possível no layout de distribuição de móveis, peças sanitárias, e demais elementos. Claro, isso tudo não sai da cartola... entrevistamos muito bem nosso cliente, que nos transmite o que gosta, o que quer, como é seu perfil.

A infraestrutura do imóvel nasce do layout: localização de tomadas, pontos de TV, de telefonia devem estar bem posicionados, junto aos mobiliários-chave, como painel de TV e mesas laterais. O layout também define gesso e distribuição de luminárias. Por isso a importância do tema.

Esse primeiro quebra-cabeças, tão importante, é o guia para um projeto bem sucedido. Faz com que possamos resistir à tentação de colocar aquele sofazão que mal cabe na sala. Ou que não coloquemos aquela mesa central que viverá recebendo caneladas, pois é exagerada para o espaço que deveria ocupar.

Uma vez superada a fase inicial de layout, finalmente podemos passar adiante no projeto para os demais pontos importantes: a escolha de materiais de construção, de acabamentos, louças, metais, azulejos, pisos, cores e revestimentos.

Imagem final> Veja mais nessa matéria: http://goo.gl/Qs3bcP

#decoração #primeiroapartamento #apartamento

TEMA PROJETOS E OBRAS LTDA

(11)95328-3030 

temaprojetoseobras@gmail.com

© 2014 by T Comunics